Ervas aromáticas


São folhas de plantas, frescas ou secas, usadas na culinária de diversos países à séculos. Vários

estudos realizados em universidades da Alemanha, França, Estados Unidos e Brasil têm

comprovado o que os nossos antepassados já intuíam: as ervas aromáticas possuem propriedades

medicinais.

Além do aroma e sabor que conferem à culinária, seu uso é bastante interessante na redução do

consumo de Sal. Outra propriedade é a capacidade de auxiliar no processo digestivo uma vez que

estimulam a produção de enzimas digestivas.

As ervas frescas devem ser picadas o mais perto possível da hora de servir e serem acrescentadas

à preparação no final do cozimento, para assim evitar que seu gosto e seus componentes

medicinais se percam. No caso de preparações que não necessitem de cozimento, devem ser

colocadas bem antes da hora de servir, para que possam misturar-se e dar seu sabor aos outros

ingredientes. As ervas secas costumam ser acrescentadas no começo do processo de cozimento.

Tipos e propriedades funcionais:

Alecrim

Melhora a circulação, estimula a digestão e possui um efeito levemente diurético. Possui ainda

propriedades antissépticas e antidepressivas.

Cebolinha

Introduzida no Brasil pelos portugueses, a cebolinha tem um sabor semelhante ao da cebola,

pois pertence a mesma família desta e do alho. Como os seus parentes próximos, possui

propriedades bactericidas, ajuda a controlar a pressão arterial e contém as vitaminas A e C. O

cheiro da cebolinha estimula a liberação de sucos digestivos.

Coentro

Contém três flavonóides antioxidantes e óleos essenciais que ajudam na digestão e possuem

propriedades bactericida e fungicida. São eles o linalol, o pineno e o terpinino. A semente de

coentro é rica em vitamina C, vitaminas do complexo B e cálcio. Acompanha bem frutos do mar

e é gostoso também para temperar aves.´

Louro

É um estimulante dos sucos digestivos. Contém fitonutrientes, chamados partenolidos, que

previnem a dor de cabeça. Alguns estudos nos EUA têm demonstrado que o louro ajuda a

estabilizar os níveis de glicose no sangue.

Manjericão

Contém monoterpenos com propriedade antioxidante. Ajuda na digestão, alivia cólicas, diminui

a formação de gases; tudo isso graças ao eugenol, que é bom também para dores musculares.

Orégano

Contém antioxidantes, muito cálcio e um óleo essencial com propriedade fungicida. Ele

estimula o sistema imunológico, melhora a digestão e o trato respiratório.

Tomilho

Como a maioria das ervas culinárias, o tomilho é digestivo. Contém óleos voláteis, entre eles o

timol, que fortalece o sistema imune e tem ação bactericida, fungicida e antiviral.

Salsinha

favorece o equilíbrio hormonal; é fonte rica em betacaroteno (pré vitamina A) e

Vitaminas do Complexo B; alivia os sintomas da bronquite, asma, cólicas menstruais e cistite; é

auxiliar no tratamento de cálculos renais e cólicas.

#ervasaromáticas

115 visualizações

DICAS DE SAÚDE

Marque uma Consulta!

 

(31) 3586-2092 | 3291-0754

(31) 98988-8889

 

Rua Paracatu , Nº 1154 - Sala 507

Santo Agostinho- Belo Horizonte/MG

CEP: 30180-090

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle